O UNISAL em conjunto com a Faculdade de Roseira realizam entre os dias 06 e 07 de abril um seminário internacional com o objetivo de discutir a relação entre IES e mercado, além de temas como empregabilidade, empreendedorismo e competitividade. Foram convidados especialistas em educação superior que trabalham com esses temas, que conhecem práticas empreendedoras de IES e que se dedicam ao estudo da competitividade e da relação entre IES e empregadores. O seminário irá abordar temas pouco discutidos pelos gestores educacionais. Entre os conferencistas estão especialistas da Universidade do Sul da Califórnia (USC), do Boston College (BC) e da Universidade Miguel Hernandez (UMH) da Espanha.

São poucos os centros de estudos mantidos por universidades que se dedicam ao estudo da educação superior. A Universidade de São Paulo possui o Núcleo de Pesquisa sobre o Ensino Superior (NUPES), a Universidade Federal de Minas Gerais o Centro de Estudos sobre Ensino Superior e Políticas Públicas, na Universidade de Campinas e na Universidade Federal do Rio de Janeiro há pesquisadores sobre o tema da educação superior, porém, os centros ou as iniciativas de pequenos grupos não são, no momento, iniciativas de impacto acadêmico. Além disso, não proporcionam pesquisas e discussões de grande incidência no ambiente da educação superior no Brasil.

Já escrevi outros textos sobre o papel do Estado na educação superior. Volto ao assunto após iniciar o programa Visiting Scholar no Center for International Higher Education. O modelo descentralizado dos Estados Unidos, a capacidade competitiva e a eficiência das universidades norte-americanas podem servir de referência para o nosso sistema educacional.
Escrevi um texto sobre o papel do Estado e a dinâmica da educação superior.

Acesse o texto aqui.

Pagina 2 de 2

Newsletter

Livros

Podcast